Answer Questions

Labels

Cidade de Vidro
Os Instrumentos Mortais
Cassandra Clare - Ed. Galera







Editora: Galera
Autor: Cassandra Clare
Ano: 2011
Número de páginas: 476





“- Na verdade – disse Samuel -, é sim. Uma coisa que se aprende à medida em que se envelhece, Simon, é que quando as pessoas dizem alguma coisa negativa a respeito de si próprias, geralmente é verdade.” – Página 122

Últimamente ando boa em definir livros em apenas uma palavra. A palavra para esse livro: PERFEITO.

Esse livro é o terceiro da série “Os Instrumentos Mortais”, você pode conferir a resenha de Cidade dos Ossos, AQUI, e de Cidade de Viro, AQUI. Fiz a resenha o mais livre de spoilers possível, espero não ter deixado passar nada!

Clare, irmã de Jace, Minha paixão do momento! SIM! Voltei com a paixonite pelo Jace! está atrás da cura do feitiço que tiraria sua mãe do sono profundo. Jace, o bad-boy Lindo e Loiro não aceita o fato de sua irmã mais nova sair para encontrar feiticeiros no meio da noite, então bola um plano para fazer o trabalho no lugar dela e deixá-la para trás. Só que adivinhem? O plano fracassa, e Clare usa seu dom para ir atrás do quer. O pai de ambos começa a levantar um exército de demônios para derrubar a Clave, e conta com aliados, só unido forças com o Submundo a Clave pode deter Valentim, mas será que essa aliança valeria a pena?

Bom, pra começar, Jace está de volta, lutando para ir contra seu coração, mas mais uma vez fracassa. E quem paga por uma parte do preço é Simon, o menino vampiro mais fofo que existe! Confesso que fiquei muito chateado com o Alec! E Jace nesse ímpeto de proteger tudo e todos acaba não enxergando a verdade: Clare já é grandinha o suficiente para começar tomar suas decisões.

Já Clare, que eu achava um tanto mimada, melhora, cresce, assume uma postura de líder no livro, uma postura que nunca pensei em vê-la assumindo, e depois temos também a luta para libertar as mãe. Agora vou dizer uma coisa: sempre imaginei a mãe da Clare, viva e intensa e achei que no livro ela é bem ‘mãe’, sabe? Ela toma atitudes típicas de mãe e não de uma “caçadora de sombras”, mas posso garantir que o final de Jocelin é muito bom.

O livro cresce dentro da história de Valentim, pai de Clare e Jace, querer dominar a Cidade de Vidro e acabar com os membros do Submundo (os mestiços: Vampiros, Lobisomens, fadas e afins), e ele conta com armas infalíveis. E uma delas inacreditável, eu desconfiei que algo do gênero fosse acontecer, mas nem imaginando eu iria me surpreender tanto, mesmo tendo uma idéia a história foi muito bem montada.

Uma das cenas que mais me impressionou, foi a primeira explicação para os dons de Jace, fiquei sem ar, pela primeira vez no livro me vi diante de um anjo de verdade, e fiquei de boca aberta, não sou de dar o braço a torcer, mas Valentim é “O” vilão, ele é cego, não vê se o que ele quer é bom pra um e/ou ruim para outro (O que eu acho que é essencial para ser vilão = Vide Hitler), mas ele fez coisas surpreendentemente bem pensadas!

Bom, com uma trama arrasadoramente DIVINA de tão perfeita... Se você não leu o livro te digo: O QUÊ? Corre comprar AGORA! Fiquei sabendo que a série vai ter mais livros, e realmente ficam vários ganchos que com certeza vão virar ótimas histórias. Mas foi tão perfeito o final que tenho medo... Mas com certeza esses outros livros vão estar em Top 10.

Posso fazer um comentário a La “Como e To Bandida”?? ADOREI o Beijo do Alec! Quero o fim de preconceitos estúpidos. #ProntoFalei

Quer mais um quote? Ta bom, mas só mais um, viu?

- Esta é a parte em que me diz qu se eu machucá-la, você vai me matar?
- Não – disse Simon. – Se machucar Clary, ela é perfeitamente capaz de matá-lo sozinha. Possivelmente com uma variedade de armas.

Classificação 5/5
 Psiu!
Silêncio Que Eu To Lendo!!

Posts Relacionados

 
COPYRIGHT © NOVEMBRO 2014 Silêncio Que Eu To Lendo...
LAYOUT DESENVOLVIDO POR JÉSSICA GUEDES | ILUSTRAÇÕES POR JULIANA RABELO.