Answer Questions

Labels

Homem Que Chora
Paulo Siqueira de Souza





Editora: Livro Pronto
Autor:
 Paulo Siqueira de Souza

Ano:
 2011

Número de páginas:
97





“Apesar dos solavancos, devido à má conservação das ruas e do barulho de peças soltas daquele veiculo, eles estavam felizes por estarem juntos e se descobrindo. Sabiam que eram de mundos totalmente diferentes, talvez fosse justamente essa diferença que os atraía.” – Página 15

João sempre fez seus “rolês” e viveu sua vida tranqüilamente, até que Maria aparece e mexe com o coração dele. Uma vida simples e difícil que eles vão levando até que Maria engravida e a partir daí a vida dos dois já não vai ser a mesma.

Uma história simples, mas cheia de emoções. É impossível ler o livro alheio a todas as sensações que o livro causa.

Primeiro João se apaixona por Maria, e então você se apaixona. E é com maestria e simplicidade que o autor consegue o resultado. O livro tem uma linguagem cotidiana, cheio de gírias. Depois é sufoco para os pais aceitarem o noivado e o casamento. A dificuldade para sustentar uma mulher, a mãe metendo o bedelho no meio. É bem brasileiro, sabe? Adoro quando consigo enxergar a realidade do Brasil.

E então acontece uma coisa horrível. Eu não posso falar o que é. Mas eu fiquei meio em choque, porque eu não sei como é sentir o que João sentiu, mas eu entendi. E tive duas reações, primeiro eu chorei, depois quis dar uma tapas nele, gritar: ACORDA MEU AMIGO, a vida continua, você tem uma vida pela frente.

A história vai e vem, como se fossem os devaneios de João sobre o que viveu, vão sendo alternados presente e passado.

Enfim, o livro é fininho e eu li em uma sentada só. Uma narrativa simples e sem qualquer complicação, com uma linguagem magnífica. Só teve uma coisa que me deixou um pouco grilada, o João ama a Maria, e trata ela com um super respeito e carinho, é super fofa as cenas em que os dois dividem uma “breja”, mas toda hora ele chama ela de “mina” sabe? E eu achei meio estranho, mas é comum, não? O autor também está de parabéns o livro não tem errinhos de gramática e se teve algum de concordância passou batido, tamanho foi minha emoção.

Fica a dica de uma leitura singela e emocionante, se uma combinação singela e emocionante é possível, Paulo Siqueira conseguiu traduzir em poucas, boas e simples palavras.


Psiu!
Silêncio Que Eu To Lendo!!

Posts Relacionados

 
COPYRIGHT © NOVEMBRO 2014 Silêncio Que Eu To Lendo...
LAYOUT DESENVOLVIDO POR JÉSSICA GUEDES | ILUSTRAÇÕES POR JULIANA RABELO.