Answer Questions

Labels

Psiu! Você Vai Viciar... #20

Psiu! Você vai viciar... É a coluna quinzenal aqui do Blog, onde o Will do Blog Vício de Cultura, tem um espaço garantido para falar sobre livros, filmes, série ou sobre o que ele quiser! Mas te garanto: Psiu! Você Vai Viciar!


“Certa vez existiu um menino que não queria crescer e por isso que quando foi parar em um lugar chamado “Terra do Nunca” quis permanecer lá para sempre, onde o tempo para e se permanece estático para sempre...”

Reviro um baú cheio de lembranças, procuro por um pedaço de papel amarelado pelo tempo, onde meu avô Augusto e seu melhor amigo Joseph confidenciavam suas frustrações com esse mundo. Vovô Augusto que já faleceu há alguns anos, mas sempre contava a história de Peter Pan para todos os seus netos, e não se esquecia de citar a frase acima, que de acordo com ele “Define o que a nossa alma quer”...

“Caro Augusto,

Tenho pensado muito sobre a vida nesses últimos dias, memórias de nossa infância vêm e vão me assaltando a mente, me peguei rindo delas com aquele sorrido de um canto a outro da boca. Uma pena que as pessoas esqueçam-se desses tempos, que é quando aprendemos realmente quem somos...

As pessoas sempre querem crescer, se tornarem de maior e ganharem a tão desejada “liberdade”, mas será que com a idade nos vêm também a liberdade propriamente dita? Já que todos nós já nascemos livros. A época da escravidão já passou há tempos, e mesmo assim as pessoas insistem em continuar com a famosa distopia de que crescer é lindo.

É meu amigo, crescer não é nada lindo. Quando éramos crianças, nossa única preocupação era se após o colégio iríamos brincar dos jogos que mais amávamos. E comer também era uma preocupação, o que ia ter de bom no café da manhã, no almoço ou na janta, sem contar nos intervalos entre cada comida. E assim do dia para a noite, a idade vem trazendo tristeza, choro e muitos problemas. Problemas esses que não estamos nem um pouco prontos para encarar, mas quem foi que disse que a vida seria linda e colorida para sempre? Que os anos de infância seriam eternos e infindáveis?

Os anos passam, a idade aumenta, o calendário não espera e as horas se passam cada vez mais rápidas. Juro para você que se eu pudesse escolher qualquer coisa do mundo, eu escolheria ser Peter Pan. Aquele garoto sim era feliz ao seu modo, não tinha pessoas escolhendo coisas para ele, não tinha preocupações e nem compromissos. Fazia tudo ao seu modo e a sua escolha e vivia como se o amanhã não existisse, se bem que na “Terra do Nunca” o amanhã realmente não existia.

Agora que já estou no fim da vida, cheguei à conclusão que está finalmente chegando a hora de rever todos os amigos e familiares queridos na nova “Terra do Nunca”, lá não tem preocupação, nem tristeza e muito menos choro. Se eu partir para lá antes de nos vermos, peço para que você não fique triste, você saberá onde estarei e assim quando chegar a sua hora te esperarei lá.

Grande abraço,
Joseph”

É impressionante o quanto a vida pode ser engraçada, Joseph partiu em um dia e exatamente um ano depois, na mesma data vovô Augusto também se foi. Saudades eu tenho e sempre terei, mas fico feliz que eles tenham retornado a tão querida “Terra do Nunca”.



Posts Relacionados

 
COPYRIGHT © NOVEMBRO 2014 Silêncio Que Eu To Lendo...
LAYOUT DESENVOLVIDO POR JÉSSICA GUEDES | ILUSTRAÇÕES POR JULIANA RABELO.