Answer Questions

Labels

Eu Acho Que... # 8
Confiar ou Não?


Eu Acho Que... É a coluna aleatória do Silêncio Que Eu To Lendo onde você encontra a OPINIÃO da Clícia sobre alguma coisa ou qualquer coisa. Prontos para saber o que eu acho?


Era uma vez... Uma garota que vivia em seu mundo particular, construiu seus próprios castelos, delimitou os limites do seu reino, selecionou seus súditos e quem fazia parte do seu reino. Ela escolhia cada um a dedo, dava-lhes um espaço no seu mundo, dividia seus sonhos e cada um naquele mundo tinha um parte dela.

E então um dia, ela conheceu um jovem, que todos lhes diziam: Ele não é especial o suficiente para fazer parte do seu reino. Porém ela achou enxergar nele algo único, um detalhe que ela não sabia o que exatamente era mas que de certa forma encantava-a.

Dia após dia, sem a garota perceber, o jovem rapaz estava semeando sentimentos horríveis em seu reino. E quando a garota percebeu já era tarde demais. Havia perdido praticamente todos os seus amigos, o sol parecia brilhar menos a cada dia e ela estava envolta de mentiras.

Ela havia quebrado a confiança de quem a alertou e havia descoberto coisas que antes desconhecia. Mas acima de tudo aprendeu o preço da confiança. 

Reergueu seu mundo aos poucos, muitas ruínas ela não remontou em castelos, mas deixou no mesmo lugar para cada vez que ela olhasse, fosse capaz de sentir o peso de confiar nas pessoas erradas! 

E então hoje seu mundo é o mais belo, com partes lindas e partes feias. Um equilíbrio perfeito.


Ehhhhhh! A muito tempo eu gostaria de falar sobre confiança! Como quando você confia na pessoa errada seu mundo pode vir a baixo. Confiar é uma das palavras sobre a qual eu tenho mais receio. Porque eu lido com a confiança de uma forma muito diferente.

Algumas pessoas, como a minha Vó, dizem que confiança deve ser merecida. Que não nasce da noite para o dia e que uma vez quebrada demora muito a ser construída de novo. Eu sou um pouco ao contrário disso, pois sou mais partidária, e isso é em TUDO.

Acredito que quando conheço uma pessoa não tenho motivo para não confiar nela. CLARO, que tenho minhas manias e jeito. Não confio em qualquer ser que aparece na minha frente. É meio que aquela coisa de santo sabe? Se eu vou com a cara e a pessoa me passa aquele ar de confiança. Ela meio que instantaneamente ganha uma parte de mim. 

E então... Uma vez quebrada a confiança. E olha que para quebrar minha confiança é mais fácil do que parece. Eu tenho vários graus de descrever amizades, romances e laços afetivos. Mas uma vez que me sinto traída, ou rejeitada é meio que 8 ou 80. ACABOU! 

Tá bom Clícia! Entendi! Mas o porque desse post? Pois bem... eu não quero abrir detalhes de uma história demasiadamente longa! Mas eu sei que uma pessoa em especial vai ler esse post e saber que é para ela. Para quem não sabe e não me acompanha no twitter. Semana passada em um sábado de madrugada eu passei os piores minutos da minha vida. Tive minha conta google = minha senha do blog + meu facebook e e-mail antigo rackeado.

Pois é. Não quero nem comentar, quem fez isso queria me atingir de um jeito x, mas o tiro saiu pela culatra! Ou pegou de raspão. Eu consegui resgatar o facebook, a conta google e meu e-mail antigo foi pro beleléu. Eu sei quem foi! E quando confrontei a pessoa... ELA ASSUMIU! 

Pois bem. Confiança quebrada! Mil cacos pelo chão. Se eu vou juntá-los? NUNCA. Vou deixar onde estão para que eu me lembre muito bem de tudo que aconteceu! E porque estou escrevendo isso? Pra daqui 20 anos eu poder olhar os escombros e me lembrar de como me senti e não cometer mais o mesmo erro.

E pra você que inocentemente está lendo meu post, cuidado com o que as pessoas confiam a você. E cuidado em quem confia!



0 Psiu's Comentados Comments ([#]):

Postar um comentário

Me conta o que você achou, ou então o que não achou... E se gostou ou não! ;) Adoro sua opinião!

Posts Relacionados

 
COPYRIGHT © NOVEMBRO 2014 Silêncio Que Eu To Lendo...
LAYOUT DESENVOLVIDO POR JÉSSICA GUEDES | ILUSTRAÇÕES POR JULIANA RABELO.