Answer Questions

Labels

Os Lobos de Mercy Falls - Sempre
Maggie Stiefvater - Ed. Agir








Editora: Agir
Autor: Maggie Stiefvater
Série: Os Lobos de Mercy Falls #3
Ano: 2012
Número de Páginas: 376
Skoob






"Juntos, mas em silêncio, duas luas na mesma órbita." - Página 166

Oh GOD! O que dizer de Sempre? Para quem não sabe Sempre é o terceiro livro da série "Os Lobos de Mercy Falls" O primeiro é Calafrio, o segundo Espera e Sempre fecha a trilogia. Para quem não leu nenhum outro livro da série: ESSA RESENHA PODE APRESENTAR SPOILERS.

Começamos o livro com um Sam deprimido pela falta de Grace. Ele fica de molho a maior parte do começo do livro, é até um pouco deprimente. Grace por sua vez está passando pelo terror das mudanças climáticas, hora humana e hora loba, passa pelo começo do livro completamente desapercebida.

Isabel que foi a Ice Queen descoberta em Espera e Cole o galã lobo que também entrou em cena em Espera são quem protagonizam as melhores cenas do começo do livro. Isabel revela que seu pai pretende fazer uma caça aos lobos e a garota revela a Sam que se desespera por causa de Grace e Cole que se empenha cada vez mais em descobrir uma cura para "doença" lobo.

Meio confuso, né? E essa é a essência de Sempre. É um livro que responde todas as perguntas que estavam em aberto, mas também um livro que deixa outras mil perguntas em aberto. O livro revela a história de Beck, mas através de Sam, que horas está magoado e horas está resignado. É um livro que cria confusão!

Sam, Grace e Cole tem que resolver como tirar os todos os lobos da floresta antes que o pai de Isabel consiga um mandato para fazer uma caçada. Sam ganha um brilho quando Grace volta a cena, mas desaparece ao lado de Cole. Grace até tem suas cenas com seus pais, mas Isabel é quem está apaixonada por um astro de rock que não entende quase nada sobre tudo. Somente nas últimas páginas é que o livro ganha o movimento necessário!

MAS... Bom! Vamos lá! Sempre me frustou. Pronto, falei! Porque eu esperava resposta para todas as mil perguntas e um final idealizado com prólogo e tudo o mais. O livro se resolveu, mas ainda fiquei com muitoooos pontos de interrogação! O livro supõe o final e não é de fato finalizado. Eu terminei chorando, mas não por causa de Sam e Grace, mas por conta de todo o drama envolvido.

Senti as coisas tumultuadas. O livro é calmo na maior parte do tempo, mas consegue criar uma confusão sem igual, a leitura não fluiu fácil como em Calafrio e Espera, foi trabalhoso ler principalmente as primeiras páginas. O romance que foi o ponto principal dos dois primeiros livros foi deixado em segunda opção, são poucos os momentos em que eu pude suspirar e o livro terminou sem me deixar fazer isso a vontade.

Quando terminei Calafrio, fechei o livro tensa, em Espera apesar de tensa terminei suspirante e querendo mais, a expectativa para Sempre foi tanta que terminei o livro revoltada! Tive que sair do sofá e vir escrever essa resenha! Amo a temática e os personagens, mas o enredo simplesmente empacou. Não existem mais livros para serem lançados da série, mas deveria haver pelo menos mais um. Para ver se apaga a sensação de mal concluído do último volume. Vou me lembrar com MUITOOOOO amor de Calafrio e Espera, e de Sempre vou guardar alguns trecho e criar meu próprio final!

Classificação: 3/5 - Bom




Posts Relacionados

 
COPYRIGHT © NOVEMBRO 2014 Silêncio Que Eu To Lendo...
LAYOUT DESENVOLVIDO POR JÉSSICA GUEDES | ILUSTRAÇÕES POR JULIANA RABELO.