Answer Questions

Labels

Eu Acho Que... #19
Sobre Casas e a Minha Casa

Eu Acho Que... É a coluna aleatória do Silêncio Que Eu To Lendo onde você encontra a OPINIÃO da Clícia sobre alguma coisa ou qualquer coisa. Prontos para saber o que eu acho?


Eu sempre morei em casas brancas! De paredes, rodapés e molduras brancas. Hoje moro em um apartamento branco, um lindo apartamento branco.

As paredes dos quartos das pessoas da minha família são brancas, com moveis altos e brancos, que se encaixam de forma perfeita, as colchas são bonitas e combinam sempre com os pequenos detalhes decorativos de todo o quarto. Por exemplo, no quarto do meu irmão, a colcha cinza combina perfeitamente com o computador e com a grande TV na parede. O quarto da matriarca da casa, tem vários detalhes florais, todos em tons claros e obviamente combinam entre si de forma calma e tranquila.

Na sala os sofás se encaixam e dividem o ambiente, o aparador tem potes em diversos formatos e cores escuras que combinam com as molduras de belíssimos quadros pintados a mão, por aquela parente distante que você nem se lembra de quem é.

A cozinha então, pra que falar, não é mesmo? Tudo branco sobre branco, forno, fogão, micro-ondas, geladeira... Tudo harmonizando com o pano de prato também pintado a mão que decora o fogão.

A casa toda é branca e tranquila... tirando meu quarto. No meu quarto as paredes são coloridas, falam por si mesmas, tem desenhos e palavras, carregam minhas prateleiras, uma parte da minha história, cada detalhe é de uma cor diferente, de uma época diferente ou até mesmo de uma outra vida minha. Cada detalhe tem um pedaço da minha história, de quem eu sou ou como eu estou no momento! Cada detalhe é uma confusão de histórias...

Minha Vó, é uma senhora LINDA, TRANQUILA e que emana uma paz de espírito tão grande que é impossível não relaxar perto dela. Ela consegue ler as almas das pessoas, sempre diz que os olhos dizem mais do que você pode imaginar... Ela resolve qualquer problema, sempre sabe a previsão do tempo e acha que eu sempre estou gritando. Quando dou risada ela fala “DOOOCA”, que é nosso código para “Você está fazendo muito barulho”. E nossa casa é o espelho dela, branco e tranquilo...

Que ninguém me entenda mal, mas eu quero cores, vibrações e bagunças. Quero uma casa cheia de alegrias e tristezas, porque é assim que uma casa deve ser. Quero uma parede de cada cor e quam sabe eu não tenha alguns elementos branco para trazer um pingo de tranquilidade ao ambiente.

Quero quartos que contem histórias sozinhos, prateleiras para guardar as bugigangas que vou colecionar através dos anos e livros para colocar na cabeceira, no banheiro e na sala. Quero que quando alguém entrar na minha sala de estar e na de jantar, veja o completo furação que sou, que ela vejo os lugares por onde já andei, ou até mesmo para onde quero ir. Que ela conheça meus anseios e decifre meus desejos. Quero uma cadeira diferente da outra, no lugar de sofás quero pufes e almofadas... Na cozinha quero cores... papeis de parede diferentes e acessórios divertidos...

E foi refletindo sobre isso que comprei dois galões de tinta branca para pintar meu quarto...






Posts Relacionados

 
COPYRIGHT © NOVEMBRO 2014 Silêncio Que Eu To Lendo...
LAYOUT DESENVOLVIDO POR JÉSSICA GUEDES | ILUSTRAÇÕES POR JULIANA RABELO.