Páginas

19 novembro 2011

Aprendizados De Criança




Um dia ainda quando bem criança... Acreditava que a vida era fácil.

Acreditava em contos de fadas e que tudo era felicidade!

Cresci, pois o tempo me obrigou, e descobri que a vida tem sim seus mares de rosas, mas que nem tudo é felicidade;

Que você sofre até aprender a viver e sobreviver a todos os obstáculos;

Que você deve lutar e perseguir seus objetivos;
Mas que nunca deve colocá-los acima daquilo e daqueles que ama de verdade;

Que seus sonhos são importantes demais para não serem realizados;

Que nada em sua vida é mais importante que você mesmo; e que quando aprender a se amar, saberá amar os outros;

Que é preciso conviver com as diferenças, pois na realidade são elas que não deixam nossas vidas monótonas;

Que se um dia se arrepender de tudo que fez, pode ser tarde demais para voltar atrás, mas não para fazer certo no presente;

Que muitas vezes você se sentirá sozinho mesmo rodeado de pessoas;

Que precisará sofrer para aprender a ter forças;

Que sentirá muitas alegrias, quando consegui aprender com os erros e quedas durante o percurso;

Que você sofre até aprender tudo isso, mas que nada em sua vida é em vão... É sua bagagem para o final de seu conto de fadas real...

Essa é à volta a sua infância; porque na realidade é nesta fase que se aprende a acreditar em tudo que pode ser real na sua vida, nas coisas que te faz mais feliz;

...E no fim de tudo isso; deixei se ser criança; mas não no espírito,

Pois foi com meus olhos de criança, que aprendi que há muitas coisas belas;

E quando me sinto triste e achando difícil prosseguir,

Lembro-me que quando criança enfrentava tudo, pois com minha simplicidade me sentia super feliz por conseguir alcançar no topo daquela árvore a fruta que mais queria!

Por isso quero alcançar como adulta todas as “Frutas” que a vida me oferecer; Por mais distantes que estejam de minhas mãos...

‘Na simplicidade do olhar de uma criança, é que se enxerga o melhor lado do mundo!’
Postar um comentário